Ação Social

Comissão Social

A Rede Social é um Programa que incentiva os organismos do setor público (serviços desconcentrados e autarquias locais), instituições solidárias e outras entidades que trabalham na área da ação social, a conjugarem os seus esforços para prevenir, atenuar ou erradicar situações de pobreza e exclusão e promover o desenvolvimento social local através de um trabalho em parceria.

A Rede Social não é uma prestação ou apoio social. Contudo, o trabalho da Rede Social deve permitir uma maior adequação e melhoria da qualidade dos serviços prestados aos cidadãos de um modo geral e, particularmente, àqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade.

O que se propõe é que, em cada comunidade, as autarquias e as entidades públicas e privadas: Tenham uma visão partilhada dos problemas sociais que existem nessa área; Definam em conjunto objetivos, prioridades, estratégias e ações; Utilizem de forma mais racional os recursos disponíveis.

A Rede Social tem plataformas de planeamento e coordenação da intervenção social a nível das freguesias (Comissões Sociais de Freguesia e/ou Interfreguesia - CSF/CSIF) e dos concelhos (Conselhos Locais de Acção Social - CLAS).

A CSF da Penha de França foi criada no dia 5 de Junho de 2014, contando com a participação de 25 parceiros locais, com o objectivo de responder às necessidades da população e potenciar os recursos existentes na Freguesia através de parcerias formais.

Instituições

  • Associação Auxílio e Amizade
  • União das Misericórdias Portuguesas - Lar Virgílio Lopes
  • 11ª Esquadra da PSP/5 ª divisão
  • Centro de Educação e Desenvolvimento D. Maria Pia
  • Centro Paroquial e Social São João Evangelista
  • Agrupamento de Escolas Patrício Prazeres
  • José Ferreira (Parceiro Singular)
  • Escola Profissional de Hotelaria e Turismo de Lisboa
  • Associação Coração Amarelo
  • Santa Casa da Misericórdia de Lisboa -UDIP Madredeus
  • Equipa de Apoio à Família 7 SCML
  • Núcleo de Envelhecimento Ativo SCML
  • Serviço de Apoio Domiciliário da Penha de França -SCML
  • Polícia Municipal
  • Rede Social de Lisboa
  • Instituto de Emprego e Formação Profissional
  • Centro Paroquial e Social de Nossa Senhora da Penha de França
  • Agrupamento de Escolas Nuno Gonçalves
  • Associação Alzheimer Potugal
  • Fundação Portuguesa Comunidade contra a Sida
  • Dress For Success Lisboa
  • Agrupamento Centros de Saúde de Lisboa Central
  • Agrupamento de Escolas das Olaias

Espaço Nova Atitude

ENA - Espaço Comunitário situado no Bairro da Quinta do Lavrado, que apoia os residentes ao nível social e da gestão do dia-a-dia, através de consultas de documentação da segurança social, finanças e outros.

No ENA estão disponíveis várias actividades:

Para crianças e jovens, temos capoeira, explicações de matemática e inglês e ocupação de tempos livres/apoio ao estudo.

Para séniores, temos ginástica, estimulação cognitiva, massagens arraiolos e informática.

Av. Marechal Francisco da Costa Gomes Lojas 13,15 e 16
Tel. 216 092 710
Email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Horário 10h30 às 13h e 14h às 19h

Loja Social

 

Funciona de Segunda a Sexta, com marcação prévia, das 10h às 17h30. A sinalização dos agregados é feita através das parcerias locais e do atendimento social da freguesia.

São efetuadas visitas domiciliárias para atribuição de mobiliário e eletrodomésticos, para melhoramento das condições de vida das famílias residentes da Penha de França.

Uma parte igualmente importante é o apoio a jovens e adultos, no melhoramento da imagem, para inserção no mercado de trabalho.

Praia-Campo Sénior

Atividade dedicada aos séniores da freguesia, a partir dos 55 anos de idade, proporcionando idas à praia complementadas com atividades culturais e almoço.

A Praia Campo decorre durante o mês de Setembro e abrange cerca de 200 fregueses.

Liga-te ao bairro

Partindo dos diagnósticos locais participados que abrangeram este BIP (USER Lx e Curso Territórios Colaborativos – ISCTE-IUL), das propostas que os moradores apresentaram nesses fóruns, e da importância que a regeneração deste espaço devoluto adquiriu nas discussões dos stakeholders locais aquando da votação do Orçamento Prioritário EDP (USER Lx), criou-se a Praça do Estaleiro através do envolvimento dos usufrutuários do espaço no seu planeamento e dinamização.

A população da Qta. do Lavrado foi chamada a contribuir de forma determinante para o sucesso do processo, nas várias etapas de desenho e construção, bem como na dinamização e utilização do novo espaço.

O desenho da Praça do Estaleiro tirou partido da(s) estrutura(s) pré-existente(s), na medida em que o espaço anterior configurava, por si só, um esboço de praça.

Para atingir o objetivo foi essencial:

(1) Reinterpretar os elementos existentes para acolher novas funcionalidades e conceber um espaço público de suporte à dinamização de atividades locais e que possa ser apropriado pelas associações locais;

(2) Pensar, não só nas soluções formais, que pudessem ser executadas face aos pressupostos que subjazem ao exercício do desenho urbano, mas, sobretudo, numa lógica de utilização e manutenção futura do espaço e na sua apropriação pela população, inclusive pela dos bairros contíguos;

(3) Propor usos que pudessem ser propiciadores de convivialidade (social e cultural) e da inter-relação entre diferentes grupos etários residentes nos vários bairros envolventes, como forma de contribuir para a diminuição da segregação espacial e territorial que neste momento caracteriza esta zona da cidade

Praceta dos Pequeninos

Através de parcerias, usando métodos de diagnóstico participado com moradores para ajustar a intervenção às necessidades da população, traduziram-se no projeto ‘BIP/ZIP 2011’ para pintura da ‘Praceta dos Pequeninos’ – espaço público comum usado pela ‘Creche Missão Nossa Senhora’ da SCML e lugar das festas comunitárias –, com participação dos pais e jovens do bairro, e para a construção de um campo polidesportivo, o primeiro espaço de lazer no bairro.

A satisfação e interesse dos moradores pelas alterações redobrou os pedidos de intervenção da população para ações que acentuam a ocupação dos espaços públicos e expectantes do bairro, e de consequências positivas para as relações sociais de vizinhança, bem como para o sentimento de insegurança instalado no Bairro Qta. do Lavrado.

Centro Comunitário NH

O Bairro Horizonte foi construído em 1976 através do processo SAAL, processo que marcou os moradores predispondo-os para a participação efetiva e criou o capital-experiência que tem facilitado a organização comunitária.

O Diagnóstico Participado de 2010, realizado pela Comissão Moradores (agora associação), em parceria com a EIC K’CIDADE e Fac. Arq. UL, teve grande adesão, identificando as principais necessidades e propostas da comunidade. Em parceria, foram trabalhadas questões priorizadas:

Substituição telhados com amianto (2010);

Arranjo e pintura edificado (BIPZIP2011);

Criação do Parque Intergeracional Novo Horizonte com skatepark, campo futsal e área de manutenção (BIPZIP2012e13, JFPF);

Inscrição de acessos pedonais no Plano Ação Local USER (URBCDT 2014/15);

Projeto Orçamento Prioritário EDP-USER para o PINH, votado pelo GAL; e  Início do processo de regularização da propriedade dos fogos, no âmbito da Comissão Executiva local, GABIP ExSAAL/Autoconstrução.

Com cerca de ¼ dos cerca de 250 residentes com menos de 25 anos e 20% com 65+ e a necessidade de espaços de convívio identificada em 2010, a Associação de Moradores Bairro Horizonte promove o Centro Comunitário Novo Horizonte respondendo à falta de espaço comunitário de referência no qual existam serviços em falta: atividades regulares para séniores, crianças, jovens e comunidade, incluindo do Alto Pina e EPUL Varandas do Tejo, priorizando os mais desfavorecidos e isolados.

Este projeto contribui para dinamizar, manter e sustentar o PINH, estando alinhado com o PAL USER.

Sobre a Penha de França

A 13 de abril de 1918 é criada a freguesia da Penha de França. Em 1959, por via de uma reforma administrativa, o seu território é diminuído e parte dele passa a pertencer às freguesias de São João e do Alto do Pina.

Em 2012 nova reforma administrativa volta a reunir São João e Penha de França. É nesta altura que a Câmara Municipal de Lisboa reforça as competências das Juntas de Freguesias.

Contactos

Sede da Junta

Travessa do Calado, nº 2
1170-070 Lisboa
Tel. 218 160 720
Fax 218 160 721
Email geral@jf-penhafranca.pt

Linha Verde

800 209 171

Para questões sobre o novo site,
por favor enviar email
para online@jf-penhafranca.pt

© 2017 Freguesia da Penha de França. Todos os Direitos Reservados. Designed By J. Canão

Search